John Bonham (1948 – 1980)

Se fosse vivo John Bonham teria feito 59 anos esta semana. O talentoso baterista dos Led Zeppelin morreu em 24 de Setembro de 1980, aos 32 anos,, deixando o grupo despedaçado e milhares de fãs de luto.

Bonham, um dos mais virtuosos bateristas de sempre, é indiscutivelmente um dos primeiros profissionais do instrumento que dá o edge ao rock e um daqueles que melhor percebeu a importância que a bateria tem numa banda rock.

Para muitos, se os Zeppelin são uma das maiores bandas rock de sempre – e eu não digo que não sejam a maior – muito se deve ao trio Page/Plant/Bonham, o imprevisível mas majestoso baterista.

Daqui, fica a minha homenagem, enquanto fã dos Zeppelin e enquanto adepto do rock.

Moby Dick

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Música. ligação permanente.

9 respostas a John Bonham (1948 – 1980)

  1. coitadinho do John Paul Jones…

  2. o john paul jones acaba por ser o ‘parente pobre’ do grupo… apesar de ser grande, nunca teve o protagonismo dos outros. talvez uma espécie de Nick Mason nos Floyd, ou até George Harrison nos Beatles – o meu favorito, mas demasiado ‘quiet’ para ficar para a posteridade.

    mas sim, o post não faz justiça ao impacto que a música de john paul jones teve sobre o grupo. submeto a minha mão à tua palmatória. 🙂

  3. discordo tanto desse teu primeiro parágrafo (no comentário)… =o)

  4. mas concordas com o segundo… 🙂

  5. ps: se calhar o 1º parágrafo servia mesmo para “agitar as águas”… 🙂

  6. eheheh… é que não concordo nada com o primeiro exemplo, menos ainda com o segundo e muito menos que isso com o terceiro. separar os fab four… nem por hierarquias de importância dentro do próprio grupo. 😉

  7. olhando bem para a coisa, talvez tenha sido demasiado áspero com o JPJ e o NM. em relação ao Harrison, nunca foi minha intenção fazer qualquer separação hierárquica entre os fab four… Apesar de ter um reportório mais reduzido do que os ‘outros 2’, continua a ser o meu favorito. apenas apontei que talvez não seja tão reconhecido nem mediatizado como lennon e mccartney, claramente devido ao seu low profile… afinal, ele era o “quiet beatle”.

  8. o ringo fazia o trabalho dele com muita competência e alguma arte, mas musicalmente falando era o menos interessante dos quatro.

    mais uma vez, opinião pessoal sujeita a forte crítica e apedrejamento.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s