Want weed?

Estava eu sentado na minha carteira na sala de aula quando reparei num pormenor interessante da mesma: estava toda riscada, rasurada e escrita. Confesso que mesas riscadas não eram algo de que eu estava à espera quando vim para Inglaterra. Sempre pensei que o hábito de deteriorar o estado das bancadas do saber não fosse partilhado por povo tão organizado, metódico e comedido.

Mas, o facto é que estava toda borrada. E estes sarrabiscos eram muito mais do que riscos. Boa parte deles continham dizeres filosóficos como, por exemplo, reflexões acerca da ascensão e queda da União Soviética, lamentando esse tolho dos descendentes de Estaline com um simples, mas sentido, “Socialism is cool in segment. Long live the USSR!”

Da minha mesinha também fazia parte um contador. Sim, um contador que mede as vezes que os alunos adormeceram durante as aulas. “If you’re asleep, put a tick here”, lia-se do canto inferior esquerdo da dita mesa de madeira. No momento em que eu fiz a contabilidade, o número ia em 55 vistos. Deixo ao leitor conjecturar se um destes era meu, ou não.

Também se podiam ler produtos de um outro tipo de ponderação. Por exemplo, um estudante laborioso da Manchester Metropolitan University, num momento de clara meditação, chegou à conclusão de que “heroin is cooler”. O rapaz, ou rapariga, lá saberá porquê.

A minha carteira continha também provas de que os Ingleses não são tão macambúzios e circunspectos como se poderia pensar. São, até, altruístas. Então repare-se que bem no centro da minha mesa, a leras garrafais e coloridas, se escreveu assim: “Want good weed? Call Adam Lawton at 0792 93 74416.”

Quem disse que não há ingleses que procuram ser amigos?

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Eclipses. ligação permanente.

Uma resposta a Want weed?

  1. mistious diz:

    É verdade Phillipe!! Também nunca tal coisa me passou pela cabeça!

    Não sei porquê, mas de facto a questão das carteiras sarrabiscadas ou não, foi um dos assuntos que me passou pela cabeça aquando dos meus primeiros dias na UAB. Sim, de facto aqui também as carteiras não estão apresentáveis. Contudo, há enormes espaços na mesma que não têm qualquer tipo de “escritura”. São sujinhos, mas comedidos, digamos assim. E, curiosamente, as mensagens que li versavam todos sobre a “seca” que se apanha não raras vezes na sala de aula!

    Pois é meus amigos, não é só em Portugal…

    Besos pra ti e tudo de bom!;)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s