O bom pesetero

Figo não é do tempo do You Tube. Melhor, o auge de Luís Figo não coincidiu com o aparecimento do portal. Messi ou Ronaldo terão sempre melhores vídeos, mais golos e momentos incrivelmente mais espectaculares.

Ainda assim, mesmo esse facto não é suficiente para apagar o facto de Figo ter sido um dos jogadores mais entusiasmantes dos anos 90, um dos grandes da sua geração e, com todo o mérito, um ex-melhor jogador do Mundo. Figo foi grande.

Agora que Luís Figo, o miúdo que na Luz disseram que era demasiado franzino para jogar à bola e que assim foi parar a Alvalade, anunciou o final da carreira é justo fazer uma homenagem ao jogador que foi campeão em Espanha, por Barça e Real, e em Itália, que venceu a Liga dos Campeões e que representou Portugal em 2 Mundiais e 3 Europeus.

Porque já não se fazem líderes como Figo, porque a selecção jamais voltará a ter um representante como ele, muito menos um capitão, fica aqui a minha homengem ao ‘7’, ao jogador que fez o Camp Nou sonhar e que depois levou os adeptos a atirarem com cabeças de leitão para o relvado, o homem que deu títulos ao Real e que fez parte da equipa que os devolveu ao Inter. Luís Figo. O maior, a seguir ao “Maestro”.

Esta entrada foi publicada em Desporto. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s