Eu voto em mim

Oeiras pode não ser o concelho mais reconhecível em Portugal. Talvez, nem toda a gente conseguirá identificar Oeiras no mapa. Talvez.

Já o nome de Isaltino Morais levanta logo toda uma outra conversa. Ex-ministro, actual autarca, acusado e condenado por crimes de corrupção é uma vedeta da política nacional.

Chegou a ser considerado como um autarca modelo pelo PSD. Agora, é apenas visto como uma nódoa negra no passado do partido laranja, um infeliz acidente de que ninguém se quer lembrar. Ele até já concorre como independente.

Tal como Fátima Felgueiras ou Valentim Loureiro, também Isaltino foi acusado de tudo e mais alguma coisa em 2005. Mesmo assim, concorreu sem o apoio do PSD e ganhou a câmara – tal como todos os outros “candidatos bandidos”. Portugal é assim. Um país estranho.

Agora, no entanto, as coisas mudaram. Passaram-se quatro anos e Isaltino já foi condenado pelos crimes aparentemente cometidos. Recorreu, é certo. Mas, o tribunal considerou-o culpado em crimes de corrupção e abuso de poder. Isaltino, naturalmente, não quis saber. É novamente candidato.

E, não estivéssemos nós a viver na aura da mensagem mediatizada, Iasltino trabalha com uma equipa de marketing e de comunicação que preserva a imagem do líder. E a mensagem para estas eleições é que votar em Isaltino não é só votar em Isaltino, é votar em nós e na nossa família e segurança.

Nesta altura, os cartazes de Isaltino já invadiram Oeiras. Só que, não são de Isaltino as fotografias que lá estão. “Eu voto em mim” é o slogan. A cara, essa, é dada por cidadãos anónimos do concelho. O nome de Isaltino lá aparece num canto, meio escondido, meio envergonhado.

A mensagem é simples: votar em Isaltino é votar em mim. É ele quem defende os meus interesses. Ele é como eu. Corrupto? Apenas tentou safar-se. Desenrascar-se, como dizem os outros. Não é isso que nós estamos sempre a fazer? De certeza que é bom tipo e deve ser do Benfica. Por isso, claro que voto em mim. De que outra maneira poderia ser?

Esta entrada foi publicada em Eclipses, Política, Sociedade. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s