Hora de arrumar a casa

Depois de o eleitorado ter confirmado que algo de seriamente errado se passa com as instituições que fazem sondagens em Portugal, os líderes de PSD e CDS já se reuniram para começar a definir o aspecto do próximo Executivo ministerial. Terminado o triste reinado socialista, será a hora de o centro-direita português reclamar a liderança … More Hora de arrumar a casa

Incrédulos e desconfiados, a gente vai continuar?

Domingo à noite saberemos quem é o novo Primeiro-ministro de Portugal. Saberemos também se as sondagens que têm saído nos últimos dias estão perto ou longe da realidade. Ficaremos, então, a saber se o povo é capaz de perdoar e acreditar em Sócrates ou, pelo contrário, se o vai condenar e castigar pelo cataclismo que … More Incrédulos e desconfiados, a gente vai continuar?

Da vontade em bater com a cabeça na parede

Os debates entre os candidatos às eleições legislativas entram agora na recta final. A pré-campanha está prestes a dar lugar à campanha eleitoral. O momento de decisão aproxima-se – as eleições são daqui a 3 semanas, aproximadamente. E nesta altura, o mais provável continua a ser um empate entre PS e PSD, um cenário onde … More Da vontade em bater com a cabeça na parede

União a sério

O Dicionário Priberam define o substantivo feminino “união” como “conformidade de esforços ou pensamentos”, “concórdia”, “aliança” ou “confederação”. Estes são apenas alguns exemplos de uma lista de 11 entradas. Ora, pegando no espírito dessa definição ficamos a perceber que uma união pressupõe alguma compartilha de valores, ideias e o empenho em preservar os mesmos ideais. … More União a sério

Com amigos destes, quem precisa de inimigos?

A caminhada de Pedro Passos Coelho para São Bento não começou bem. Em primeiro lugar, não conseguiu descolar da imagem de irresponsável que Sócrates habilmente lhe etiquetou. Depois, tem acumulado uma série de trapalhadas desde o anúncio mal explicado do aumento do IVA, a suspensão da avaliação dos professores e a mais recente “contratação” de … More Com amigos destes, quem precisa de inimigos?

O dia depois do grito de ajuda

Ontem José Sócrates fez o discurso que deveria ter feito há um ano atrás. Desde os primeiros momentos que se percebeu que este governo não teria capacidade para resolver o problema das contas públicas nacionais e assegurar o financiamento a taxas razoáveis da economia nacional. Contudo, investido por um exagerado sentido de “patriotismo” Sócrates evitou … More O dia depois do grito de ajuda